Nossos termos

Atualizado em 17/06/2019
Baixe em PDF

1. ​Definição

A Pier é uma maneira simples para quem quer compartilhar riscos com seus pares. Juridicamente constituída como uma plataforma, a Pier é responsável por:

  1. Avaliar a entrada de cada membro criando uma comunidade confiável;
  2. Gerenciar o fluxo de pagamentos de mensalidades e pagamentos de indenizações;
  3. Prezar para que o índice de perda da comunidade fique sempre dentro do esperado.

Seu contrato de proteção na Pier é garantido por um certificado de seguro emitido pela Too Seguros.

2. Valor da mensalidade

O valor da mensalidade é conhecido pelo cliente no ato da contratação e é reajustado duas vezes ao ano, nas ocasiões em que a Tabela Pipe é reajustada. Esse valor pode sofrer variações temporárias conforme a gestão do índice de perda explicado na cláusula 3.

3.​ Gestão do índice de perda

A plataforma é estruturada para que, ao final, as mensalidades sejam divididas da seguinte forma:

  1. 20% são destinados à remuneração da Pier para gerenciar a plataforma, acrescido dos custos da Pier com o processamento do pagamento das indenizações;
  2. 20% são destinados à remuneração da Too Seguros, que garante que os membros adimplentes sejam sempre indenizados; e
  3. Os 60% restantes são utilizados em favor da comunidade, especialmente no pagamento de indenizações.

Caso o valor destinado à comunidade não seja suficiente para o pagamento das indenizações devidas, as mensalidades poderão ter aumentos temporários. Caso o índice de perda seja inferior ao esperado, as mensalidades poderão ter reduções temporárias. O cliente receberá relatórios trimestrais e, em casos de alteração de mensalidades, será comunicado antes da cobrança.

4. Pedido ​de indenização

Faremos de tudo para aprovar um pedido de indenização, mas o cliente deverá estar adimplente e deverá também:

  1. Ativar e manter instalado o aplicativo da Pier no aparelho para o qual a proteção foi contratada;
  2. Informar a ocorrência no website com dados bancários no nome e CPF do cliente para reembolso;
  3. Enviar em até 5 dias úteis o boletim de ocorrência incluindo o número IMEI após o informe de ocorrência;
  4. Bloquear o IMEI junto à operadora de telefonia em até 5 dias úteis após o informe de ocorrência.

O reembolso será realizado em, no máximo, 5 dias úteis após a Pier constatar o bloqueio do IMEI no website da Anatel. Em casos de constatação de atividades atípicas, esse prazo pode se estender a até 30 dias, conforme as normas da SUSEP, e documentos adicionais serão solicitados para conclusão da análise do pedido de reembolso. Em caso de esse prazo de 30 dias ser excedido, a Pier contabilizará ao pagamento as devidas correções e multa pelo seu próprio atraso. A Pier irá monitorar o bloqueio do IMEI nos meses subsequentes e tomará todas as providências legais caso haja o desbloqueio indevido do aparelho.

5.​ ​Casos não compreendidos

Não são reembolsáveis:

  1. Riscos de quebra, acidentes, queda de líquidos ou perdas;
  2. Situações em que o aplicativo da Pier não tenha sido instalado ou tenha sido desinstalado há mais de 48h do momento do pedido de indenização;
  3. Situações em que o aparelho não tenha recebido sinal de rede de telefonia ou wi-fi nas últimas 72h anteriores à ocorrência;
  4. Situações em que seja detectado qualquer tipo de dolo ou má-fé;
  5. Situações em que o IMEI bloqueado não equivale ao cadastrado;
  6. Aparelhos que possuem "root", ou seja, que os usuários têm acesso de administrador ao sistema do aparelho.

6. Valor da indenização

Referente a um aparelho similar seminovo e em boas condições. Esse valor pode ser reajustado até duas vezes por ano e está publicamente disponível na Tabela PIPE . Ou seja, o valor pago será aquele que estiver nessa tabela no momento do pedido de reembolso.

7. Cancelamento

Poderá ser realizado a qualquer momento pelo aplicativo ou website sem custos. O atraso de 25 dias na mensalidade também provoca o cancelamento automático.

8. Fraude

Visando à segurança da comunidade, diminuição do índice de perda e consequente redução das mensalidades, a Pier faz uso de big data e machine learning para detectar atitudes atípicas dos usuários. Nos casos em que é detectada uma atitude atípica, o seguro não será renovado e o prazo para pagamento de indenizações poderá ser estendido para averiguação da situação. Caso comprovada fraude, a Pier, visando ao melhor interesse da comunidade, tomará as medidas legais cabíveis junto às autoridades competentes contra o fraudador.

Em caso de atividades atípicas, poderão ser solicitados documentos adicionais tais como:

  1. Selfie com um documento de identificação (obrigatório o envio caso solicitado);
  2. Documento de identificação (obrigatório o envio caso solicitado);
  3. Comprovante de residência;
  4. NF do aparelho;
  5. Vídeo da vítima explicando o ocorrido.

Mais Informações

Para mais informações, acesse nossos termos completos:

  1. Termos de Uso (PDF)
  2. Condições Gerais (PDF)
  3. Política de Dados