Somos todos digitais

Somos todos digitais
Photo by Franki Chamaki on Unsplash

Saiba como nossa comunidade aceita novos membros e entenda por que a Pier é diferente

A proposta da Pier é simples: permitir que pessoas compartilhem riscos e recursos através de uma plataforma autônoma. Para isso, a Pier entrega 3 funções para nossos usuários:

i. Avaliar a entrada de cada membro e garantir uma comunidade confiável;
ii. Controlar o fluxo de pagamento de mensalidades e reembolsos;
iii. Gerir a solvência da comunidade para garantir que existam recursos para os reembolsos;

Esse post explica como nossa comunidade aceita novos membros.

Dados: um caminho sem volta

“Nos próximos 10 anos, ciência de dados e softwares vão fazer mais pela medicina do que a biologia“ — Vinod Khosla

Em 2008, o mapeamento do DNA estava começando e prometia construir uma nova era na medicina: diagnósticos de doenças mais precisos e tratamentos mais individualizados graças à leitura do mapa genético de cada pessoa.

Hoje, quase 10 anos depois, por cerca de $500 conseguimos encomendar um mapeamento de DNA pela internet e verificar o risco de doenças como câncer de mama, artrite e glaucoma. Nesse mapeamento, computadores analisam cerca de 1.5GB de dados. Se não fossem os avanços da tecnologia, através da ciência de dados, o mapeamento do DNA jamais teria sido possível.

Assim como aconteceu com a medicina nos últimos 10 anos, a Pier quer construir a nova era dos serviços de proteção através da tecnologia.Nossos processos são construídos para trabalhar com grandes volumes de dados, aprender com eles e oferecer a melhor experiência para nossos usuários.

Seguradoras tradicionais tendem a resumir seus processos de aceitação a dados sócio-econômicos como histórico de crédito e CEP de moradia. A Pier quer ir além, adicionando outras variáveis (como dados comportamentais, por exemplo) ao processo de aceitação.

Atualmente nossa análise considera em torno de 100 datapoints por pedido de convite para o processo de decisão.

Nosso objetivo é desenhar um processo de aceitação mais inclusivo e que consiga ir além da pura análise do perfil sócio-econômico de cada pessoa.

As 3 etapas da aprovação para participar da comunidade

O processo de avaliação de convites da Pier foi construído para entender cada pedido de maneira única, indo além das informações sócio-econômicas (scores de crédito, CEP, CPF…). Na Pier, não acreditamos que a decisão de aceitar ou não um novo membro deva se resumir à análise de um CPF.

Somos todos digitais

Etapa 1: Confirmação da identidade

O pedido de convite para participar da Pier coleta apenas 3 informações: nome completo, CPF e email. Nessa primeira etapa, queremos ter certeza de sua identidade.

Verificamos em diversas fontes de dados se a identidade corresponde ao CPF fornecido. Garantir a identidade é uma etapa muito importante e não aceitamos convites com dúvidas na identidade.

Como todos os reembolsos são realizados na conta bancária do titular do CPF, essa confirmação é fundamental para evitarmos crimes de lavagem de dinheiro ou fraudes de identidade.

Etapa 2: Capacidade do fundo da comunidade e nível de risco

A aceitação de um novo membro é uma decisão que afeta toda a comunidade. Um novo iPhone só pode ser aceito se o fundo for capaz de suportar o nível de risco associado a ele. Se aceitarmos um iPhone sem que o fundo esteja preparado para suportá-lo, toda a comunidade é comprometida. Para saber mais sobre a capacidade do fundo em suportar novos iPhones recomendamos a leitura de nosso outro post:

https://blog.pier.digital/a-matematica-por-tras-do-jeito-pier-de-ser/

Sempre que um pessoa pede um convite para participar da Pier, a plataforma realiza essa verificação da capacidade do fundo em suportar esse novo iPhone.

Etapa 3: Teste de perfil digital

Essa é a última etapa do processo de aprovação e, basicamente, consiste em construir seu perfil digital e depois testá-lo, comparando-o com outros perfis da comunidade.

Seu perfil digital é construído a partir de dados de navegação em nossos sistemas (localização, cliques, links, tempos de tela, etc), seu email, informações fornecidas por você no pedido de convite e outros dados públicos disponíveis na internet.

Tentamos identificar desde aspectos profissionais ou educacionais até histórico de crédito e processos jurídicos. Mapeamos sua proximidade com produtos digitais além de outros interesses — são dezenas de variáveis nesse processo 🙂

Somos todos digitais
Algumas das diferentes informações analisadas na construção do perfil digital

Com seu perfil digital construído, buscamos em nossa comunidade perfis semelhantes ao seu. Se encontramos, o pedido de convite é aprovado.

Quando alguém é indicado por um amigo para participar da Pier, essa busca é ainda mais rápida. O elo de amizade potencializa as semelhanças. Por isso, a maneira mais fácil de entrar é sendo indicado por alguém que já faz parte da comunidade.

Não fui aprovado! E agora?

Caso você tenha caído naquela parte dos convites que continuam na lista de espera, nem tudo está perdido. Assumindo que sua identidade pôde ser confirmada e que nossa comunidade tem capacidade financeira para suportar seu iPhone, há duas possibilidades: não conseguimos construir seu perfil digital ou ele ainda não possui semelhança com o perfil de outros membros da comunidade.

Se for uma questão de construção de perfil digital, você receberá um email pedindo mais informações. Então, fique atento ao seu email e também à sua caixa de spam, infelizmente alguns de nossos emails acabam caindo nela. Recomendamos que peça seu convite informando o email que mais utiliza, pois isso ajuda na construção do seu perfil. Finalmente, pedidos que disponibilizam dados públicos de redes sociais, têm seu perfil digital construído muito rapidamente.

Se for uma questão de semelhança, recomendamos pedir um novo convite mais para frente. Nossa comunidade é dinâmica e é possível que ela ganhe as características do seu perfil digital no futuro. Se você possui urgência em contratar a proteção, recomendamos procurar outro serviço, pois a reavaliação de convites pode demorar alguns meses e temos o dever de não deixar você esperando. =)

Somos todos digitais
Dois caminhos possíveis caso você não tenha sido aprovado no processo de aceitação da Pier

Entender a essência: democratizar a proteção

“Apesar da tecnologia ser importante, o que fazemos com ela é o que realmente importa” — Muhammad Yunus, fundador do Grameen Bank

Somos todos digitais
Photo by Cody Davis on Unsplash

Nossos algoritmos ainda estão aprendendo. Quando nos propusermos a levar um modelo de aprovação que fosse 100% baseado em dados, sabíamos que iria levar algum tempo. A coleta de dados e aprendizagem dos algoritmos de decisão é a parte mais lenta desse processo.

É apenas uma questão de tempo para desvincularmos totalmente nosso processo de aprovação de variáveis estáticas e sócio-econômicas para um processo dinâmico e baseado no conceito de teste de perfil digital.

Não queremos simplesmente mudar como aprovamos novos membros. Nosso desejo é maior. Queremos revolucionar a maneira como as pessoas se relacionam conosco e democratizar a proteção. Por isso nosso desejo de levar um modelo mais inclusivo, onde a decisão de poder ou não proteger um bem seja construída a partir do teste de perfil digital e não apenas através de perfis sócio-econômicos.

Ajudar as pessoas quando elas mais precisam, essa é a nossa missão.


A proposta da Pier é construir um novo paradigma, estabelecendo novos pilares para a indústria de proteção de riscos.


Deixe uma resposta